Home / Entretenimento / ARTE NA PRAÇA – Sérgio Amorim promove oficina de pintura gratuita e aberta ao público em Patamares

ARTE NA PRAÇA – Sérgio Amorim promove oficina de pintura gratuita e aberta ao público em Patamares

Artista plástico reúne artistas, discípulos e aspirantes em tarde de construções e descobertas artísticas.

Artista plástico com 27 anos de carreira e obras expostas no Brasil, Portugal, Argentina, Paraguai, Nova Zelândia, Bolívia, Espanha e Itália, Sérgio Amorim ministra gratuitamente no próximo dia 18 de fevereiro de 2021, quinta-feira, das 14 às 17h, na Praça Umbaúba, Colina C, em Patamares, uma aula aberta de pintura e desenho, e suas técnicas de pincel e espatulado.

Com vagas limitadas e por ordem de chegada, a oficina reunirá artistas e discípulos do Ateliê Sérgio Amorim Artes e aspirantes que desejem se aventurar pelo universo artístico dos desenhos, tintas e pinceis.

“Com a realização de um evento gratuito e aberto a todos, o ateliê Sérgio Amorim Artes contribui para despertar o interesse das pessoas, produzindo uma visão sensível do mundo real ou imaginário através das artes plásticas”, afirma Sérgio Amorim.

 

O ateliê fornecerá o material para os aspirantes, podendo participar jovens ou adultos, independente de conhecimento prévio sobre artes plásticas.

“O aprendizado da arte promove o desenvolvimento das inteligências emocional e racional, e, quando isso é feito em grupo, estimula a criatividade e o aprendizado.”

SOBRE SÉRGIO AMORIM

Conhecido na Bahia e no Brasil por trazer em suas obras a técnica do “espatulado”, Sérgio Amorim é baiano nascido em Itaberaba, região apelidada de “Portal para Chapada Diamantina”. Com obras expostas no Brasil, Portugal, Argentina, Paraguai, Nova Zelândia, Bolívia, Espanha e Itália, o artista plástico de 45 anos trabalha atualmente no ateliê “Sérgio Amorim Artes”; onde ministra aulas de pintura e desenho para mais de 200 alunos.

Somando experiências e reinvenções ao longo dos anos, Sérgio afirma que sua história é baseada em ciclos, começando pelo lápis e papel (1º ciclo), pincel (2º), “espatulado” (3º), sendo a técnica “impressionista” sua marca registrada e o abstracionismo como 4º ciclo.

Honrado com a “Medalha de Prata” (2002) no salão da juventude no SESC de Ribeirão Preto; Troféu de Ouro (2003) pela obra “O Tropeiro” — Festival Nacional do Folclore em Olímpio; Menção Honrosa do Salão de Belas Artes em Limeira (2013) e o primeiro lugar no Salão Comemorativo aos 150 anos da Revolução de Riachuelo (Bahia Marina), em 2015, atualmente, o artista plástico pinta e ministra cursos no ateliê “Sérgio Amorim Artes” — Colina C, Patamares, e apresenta suas obras Shopping Barra, L1 Sul, Loja 20.

Facebook Comments

Sobre Gildo Ramos Cunha

x

Check Also

Viaje para Portugal! Experimente a cozinha lusitana em casa

Bar-restaurante proporciona experiência gastronômica em serviço delivery. Facebook Comments

Inajá Iê’ canta o sertão em novo single de Charles Theone

Com xote envolvente, artista homenageia a cultura nordestina e suas origens. Facebook Comments

Casa MAR e Afroimpacto promovem curso gratuito de Capacitação Profissional para Trancistas

Com foco em profissionalizar mulheres negras na arte de trançar cabelos, curso ainda apresenta ferramentas ...