Banco do Nordeste investe R$ 14 milhões em energia solar para residências baianas

Salvador (BA), 9 de outubro de 2020 – Até a primeira semana de outubro, o Banco do Nordeste aplicou R$ 14 milhões com FNE Sol Pessoa Física na Bahia, distribuídos em 494 operações.

Energia solar: o que é, vantagens e desvantagensCom recursos do Fundo Constitucional de Financiamento do Nordeste, a linha é destinada à implantação de sistemas de geração de energia fotovoltaica em residências e propriedades rurais com capacidade instalada até 75kW para microgeração e até 5 mW para mini.
O superintendente estadual do Banco do Nordeste, José Gomes da Costa, explica que o FNE Sol apresenta as melhores condições do mercado e possibilita ao cliente reduzir seu custo com energia elétrica já no primeiro mês de instalação. “Durante o financiamento, a soma da parcela com a conta reduzida tende a equivaler ao valor da conta antiga. A parcela do financiamento vai diminuindo e isso se transforma em economia na conta de energia até zerar, quando ele passa a obter o benefício máximo até o final da vida útil do equipamento, que pode chegar a 25 anos. Só tem vantagens”.

GERAÇÃO DISTRIBUÍDA
Segundo os dados da Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica (Absolar), os sistemas de geração de energia solar distribuída são aqueles implantados em residências, comércios, indústrias, propriedades rurais e prédios públicos e, atualmente, eles correspondem a 53% da geração de energia por essa fonte no Brasil. A Bahia é o segundo estado com maior potência instalada para geração distribuída no Nordeste, atrás apenas do Ceará.

Facebook Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *