Home / Bahia / BNB lança Crediamigo Delas para impulsionar empreendedorismo feminino

BNB lança Crediamigo Delas para impulsionar empreendedorismo feminino

Salvador (BA), 8 de março de 2021 – Crediamigo Delas é a nova linha de crédito do Banco do Nordeste, lançada hoje, Dia Internacional da Mulher. Destinada a financiar atividades produtivas para mulheres empreendedoras que atuam no setor informal e formal da economia, o produto do Crediamigo passa a integrar o maior programa de microcrédito da América do Sul.
O Crediamigo Delas financiará investimento e capital de giro, com prazo de 4 a 24 meses, tanto na modalidade individual como solidário. O limite será de R$ 5 mil, por cliente, observada a capacidade de pagamento, com juros abaixo de 2,4% ao mês, para investimento fixo e giro individual, e de 2,2%, para giro solidário.
Produto customizado ao público feminino, o Crediamigo Delas terá, também, a vantagem de até 90 dias para início do pagamento das parcelas, possibilidade de formação de grupo solidário com até 40% de mulheres que tenham iniciado atividades há menos de seis meses, débito automático das parcelas em conta  corrente, bem como disponibilização de curso EAD e do Caderno de Gestão, ferramenta para apoio ao controle financeiro.
Para a superintendente de Microfinança e Agricultura Familiar do Banco do Nordeste, Lúcia de Fátima Barbosa, “o protagonismo feminino no Crediamigo configura um reflexo do papel de liderança que a mulher exerce em seu  meio, caracterizado essencialmente pela sua força de trabalho e busca para a realização de seus sonhos. Elas vêem no empreendedorismo uma oportunidade para mudar suas realidades, com aumento de rendas e melhoria na qualidade de vida de suas famílias”.
Força na economia
Inspirado no dado segundo o qual, no Brasil, 34,4 milhões de mulheres respondem financeiramente pela gestão dos lares, o Crediamigo Delas atende ao forte empreendedorismo feminino, além de que, na carteira do Crediamigo, elas representam 65% do público do programa.
Em 2020, por exemplo, o Crediamigo aplicou R$ 12,1 bilhões, dos quais R$ 7,8 bilhões, correspondentes a 2,9 milhões de operações, foram contratados por mulheres.
Na avaliação do universo de mulheres empreendedoras, ressaltam-se, ainda, os aspectos de que elas movem a economia, geram emprego e renda, gerenciam atividades produtivas, mudam a vida de suas famílias e de pessoas ao seu redor e evidenciam forte inspiração para iniciar negócios.

IMPRENSA – Banco do Nordeste
(85) 3299-3149 / (85) 9 9965-0339

Facebook Comments

Sobre Gildo Ramos Cunha

x

Check Also

Estruturação facial traz novo olhar sobre a harmonização

Médica dermatologista Marília Acioli destaca a importância em analisar as características individuais dos pacientes. Facebook ...

Mulher comete suicídio dentro de sua residência no centro de Itamaraju

Uma mulher identificada por Fabiana da Conceição Oliveira de 32 anos tirou a própria vida, ...

Advogado explica o que são haters e como agir em situações de ataques cibernéticos

Com crescimento de crimes virtuais nas redes sociais, Leonardo Britto, especialista em Crimes Digitais, explica ...