Home / Esporte / Brasil goleia o Peru em noite de testes e embala 2ª vitória na Copa América

Brasil goleia o Peru em noite de testes e embala 2ª vitória na Copa América

Mesmo com seis mudanças em relação ao jogo anterior, o Brasil dominou a seleção do Peru e goleou por 4 a 0 na segunda rodada da Copa América, hoje (17), no estádio Nilton Santos, no Rio de Janeiro — o estado do gramado, aliás, foi uma preocupação do começo ao fim. Os gols foram marcados por Alex Sandro, Neymar, Everton Ribeiro e Richarlison.

Tite seguiu o rodízio que tem feito na seleção ao longo desta Copa América e contou com um desempenho tático eficiente da maioria dos jogadores que receberam chance, como o próprio Alex Sandro, autor do gol, e Fabinho. Outros, pelo contrário, destoaram, como Éverton Cebolinha e Gabigol, substituídos no intervalo. Apesar de tudo, o saldo foi positivo na noite desta quinta-feira.

Como o grupo é formado por cinco times, o Brasil folga na próxima rodada e só volta a jogar no dia 23, de novo no estádio Nilton Santos, contra a Colômbia. Será justamente o próximo adversário da seleção peruana neste domingo, em Goiânia.

Protagonista discreto

Gabriel Jesus foi o melhor da seleção brasileira contra o Peru e nem precisou fazer gol. No primeiro ele deu a assistência para Alex Sandro e no segundo mostrou como seu trabalho tático é importante para o time ao abrir espaço para Fred e Neymar, que foi o autor do gol. Solidário e útil, teve mais uma noite para mostrar seu peso, versatilidade para jogar pelo lado e como centroavante e encaixe com as outras peças.

Gabigol destoa de novo

O atacante do Flamengo mais uma vez não acompanhou o ritmo do ataque da seleção em sua nova oportunidade como titular. Ele errou alguns domínios e perdeu quatro vezes a posse de bola no primeiro tempo, em nove jogadas que teve no pé. Com Fred distante dos atacantes e Neymar distante dos volantes, Gabigol não conseguiu participar da construção de jogadas com a bola no chão e foi substituído no intervalo.

Eficiência tática

O Brasil começou organizado num 4-4-2 sem a bola e 4-2-4 para atacar, com Gabriel Jesus e Cebolinha quase andando sobre as linhas laterais de tão abertos para gerar espaço pelo meio e Alex Sandro às vezes arriscando chegadas nesse vazio. Foi a partir desse movimento que o time deu a primeira finalização com Fred, aos dez minutos, e abriu o placar logo depois, com participação dos dois pontas, um calcanhar de Neymar e a chegada decisiva do lateral-esquerdo num movimento treinado que mostra repertório tático.

Apesar da boa carta de apresentação, o Brasil teve problemas para construir outras chances de gol na sequência do primeiro tempo, principalmente porque Neymar ficou muito longe dos volantes e Fred não apareceu muito para criar. Tite mudou duas peças no intervalo e a seleção aumentou o volume de jogo. Teve uma chance com Danilo em jogada parecida com a do primeiro gol e aos 14 minutos teve um pênalti marcado em cima de Neymar e depois anulado com apoio da arbitragem de vídeo. Neymar não se abateu com a anulação do gol e marcou ele mesmo o segundo do Brasil, num toque de Fred com movimentação de Gabriel Jesus que confundiu toda a marcação peruana. Depois, o camisa 10 ainda ajudou na construção do terceiro gol numa jogada coletiva que achou Everton Ribeiro posicionado dentro da área e com apetite para fazer seu primeiro gol com a Amarelinha. Ainda havia tempo para mais um, já nos acréscimos, com participação de Fabinho, Neymar e Firmino.

Os gols

Aos 11 minutos do primeiro tempo, Cebolinha recebeu do lado esquerdo e fez um cruzamento que desviou no meio do caminho, mas chegou até Gabriel Jesus. O camisa 9 enxergou a aproximação de Alex Sandro e fez o passe que terminou no primeiro gol da seleção. O segundo gol foi marcado aos 22 minutos da etapa complementar, quando Neymar recebeu de Fred na entrada da área, fintou Ramos e bateu firme, sem defesa para Gallese.

O terceiro gol saiu já aos 43 minutos do segundo tempo, numa tremenda jogada coletiva da seleção brasileira iniciada por Neymar, que passou por Richarlison e foi concluída por Everton Ribeiro dentro da área. Já o quarto foi nos acréscimos, aos 46, com Richarlison no rebote de Gallese à finalização de Firmino.

Gramado “que não ajuda

Brasil e Peru não fizeram aquecimento antes do jogo no gramado do Nilton Santos. Alguns representantes das duas comissões técnicas e três jogadores do Brasil (Danilo, Thiago Silva e Casemiro) caminharam, observaram o estado do campo, um auxiliar de Tite até passou a mão numa parte esbranquiçada em tom de preocupação com o estado do gramado. Argentina e Chile tinham jogado por lá na primeira rodada, aqueceram no gramado e depois reclamaram que com dez minutos de jogo o campo já estava ruim. Messi até disse que o campo “não ajudou muito”.

FICHA TÉCNICA

BRASIL 4 x 0 PERU

Local: estádio Nilton Santos, o Engenhão, no Rio de Janeiro (RJ)

Data/hora: 17 de junho de 2021, quinta-feira, às 21h

Árbitro: Patricio Loustau (Argentina)

Assistentes: Gabriel Chade e Ezequiel Brailovsky (ambos da Argentina)

Quarto árbitro: Facundo Tello (Argentina)

VAR: Mauro Vigliano (Argentina)

Cartões amarelos: Gabriel Jesus (Brasil), Christian Ramos, Yotún, Távara (Peru)

GOLS: Alex Sandro, aos 11/1ºT (1-0), Neymar, aos 22/2ºT (2-0), Everton Ribeiro, aos 43/2ºT (3-0), Richarlison, aos 46/2ºT (4-0).

BRASIL: Ederson; Danilo (Emerson, aos 38/2ºT), Éder Militão, Thiago Silva e Alex Sandro (Renan Lodi, aos 31/2ºT); Fabinho, Fred e Neymar; Gabriel Jesus (Roberto Firmino, aos 25/2ºT), Éverton Cebolinha (Everton Ribeiro, no intervalo) e Gabigol (Richarlison, no intervalo).

Técnico: Tite.

PERU: Gallese; Aldo Corzo, Christian Ramos, Luis Abram e Marcos López; Renato Tapia, Yotún (Alexis Arias, aos 28/2ºT), Sergio Peña (Luis Iberico, aos 21/2ºT), Cueva (Távara, aos 28/2ºT) e André Carrillo; Gianluca Lapadula (Alex Valera, aos 21/2ºT)0).

Técnico: Ricardo Gareca.

Uol.com.br

Please follow and like us:

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

Parceria

Destaques

x

Check Also

Intermunicipal: representantes do  extremo sul atropelam adversários na abertura das semifinais

O extremo sul baiano está bem próximo de promover, pela primeira vez, uma decisão do ...

Itamaraju se classifica nos pênaltis para as semifinais do Intermunicipal

No jogo de volta das quartas de final do Campeonato Intermunicipal contra Ipiaú, a seleção ...

Seleção de Itamaraju arranca empate contra Ipiaú

Apesar de não ter um bom desempenho em campo, a seleção de Itamaraju empatou fora ...

Copyright ©2010 - 2024 ..::||itamarajunews.com.br::... Todos os direitos reservados. Site construído e administrado por Agência Listen Selem CNPJ.33.550.842/0001-76 CelZap (73)99129-4036.