Home / Região / Itamaraju / Cáritas Brasileira distribui kits de limpeza, de higiene familiar e infantil às famílias atingidas pelas enchentes em Itamaraju e Região

Cáritas Brasileira distribui kits de limpeza, de higiene familiar e infantil às famílias atingidas pelas enchentes em Itamaraju e Região

Milhares de famílias foram afetadas pelos efeitos das fortes chuvas do final do ano passado. Para atender às necessidades emergentes dos grupos atingidos, a Cáritas Brasileira segue apoiando a população ainda em situação de vulnerabilidade.Por meio do programa Resposta Emergencial Bahia e Minas Gerais, agentes Cáritas iniciaram a entrega dos kits de limpeza, higiene pessoal e higiene infantil nos municípios integrantes do projeto: Itabuna, Ilhéus, Itajuípe, Itamaraju, Jucuruçu, Dário Meira (Bahia), Palmópolis e Rio do Prado (Minas Gerais). No total são 5.000 kits de limpeza, 5.000 kits de higiene familiar e 1.000 kits de higiene infantil.
O projeto Resposta Emergencial Bahia e Minas Gerais é fruto do consórcio entre Cáritas Bélgica, Cáritas Suíça e a Cáritas Brasileira, com o financiamento da Direção-Geral da Proteção Civil e das Operações de Ajuda Humanitária da União Europeia (DG ECHO).
As atividades tiveram início no estado de Minas Gerais, no dia 18 de maio. Maria Aparecida Faustino de Souza, moradora do bairro Nossa Senhora de Fátima, Palmópolis/MG, teve a casa tomada pela água e foi uma das beneficiadas pela entrega dos kits: “Saí de minha casa com água quase na cintura. O kit vai me ajudar na limpeza da residência, que até hoje a gente está colocando em ordem, porque estragou bastante. Então vai ser muito bom pra nós”.
Na Bahia, a distribuição começou no dia 20 de maio. Anderson Luz dos Santos, do bairro Banco da Vitória, município de Ilhéus, também foi um dos contemplados pelo kit: “Na minha casa a água chegou no teto. Perdi móveis, refiz algumas estruturas, e Graças a Deus, com a ajuda de vocês, a gente vai se reerguendo. O kit vai ajudar na manutenção da limpeza da casa, da higiene pessoal. Nós nos sentimos abraçados por vocês com esse apoio, visto o momento difícil que passamos em dezembro”.
A coordenadora nacional do projeto, Mariana de Oliveira Estevo, acompanhou as entregas dos kits nos dois estados, bem como realizou visitas às comunidades afetadas nos oito municípios contemplados pela iniciativa, que também inclui a distribuição de cartões multipropósito no valor de R$ 3.000 cada.
“Ir até essas localidades e presenciar o rastro dos impactos deixados pelas enchentes é muito tocante. Mesmo seis meses passados do ocorrido, muitas famílias ainda buscam forças para recomeçar. Temos a certeza de que os cartões multipropósito e os kits entregues às comunidades trazem um refrigério para esse momento de desafios”, declarou.
Cada um dos oito municípios assistidos pelo programa possui suas dinâmicas socioeconômicas e geográficas distintas. O trabalho das equipes locais é fazer não apenas o mapeamento das famílias mais vulneráveis, como também identificar as principais vulnerabilidades que acometem essas comunidades, a fim de indicar caminhos para a garantia da proteção dos direitos dessas pessoas. Como afirma Mariana, “é importante salientar que esse levantamento de dados só tem sido possível através do apoio dos voluntários, paróquias e secretarias municipais”.
Em alguns municípios, a população atingida trabalha mais em centros urbanos, em outros, na zona rural. Nesse sentido, ir a campo e vivenciar o cotidiano das comunidades possibilita um olhar mais sistêmico na análise dessa catástrofe.
Reuniões com o poder público
Durante a agenda de entrega dos kits também foram realizadas audiências públicas de prestação de contas do projeto. Em Rio do Prado e Palmópolis, Minas Gerais, as atividades aconteceram nos dias 18 e 19 de maio, respectivamente, com a participação de representantes do poder público local e das comunidades afetadas.
Além da equipe local, acompanharam a atividade Mariana de Oliveira Estevo, coordenadora nacional do programa, Edgar Mansur, assessor regional do programa em Minas Gerais e Samuel da Silva, secretário da Cáritas Regional Minas Gerais.
“A Cáritas tem na sua linha de ação o papel de trabalhar as emergências, mobilizando a sociedade e parceiros para socorrer as famílias que foram ou que estão sendo atingidas. Quando aconteceram as primeiras chuvas em dezembro, logo a rede Cáritas no Brasil, junto com a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), se organizou para mobilizar a sociedade e ajudar os irmãos e irmãs que estavam precisando”, sublinhou Samuel da Silva, secretário da Cáritas Regional Minas Gerais. “Precisamos nos organizar, mas também precisamos chamar o poder público para esse debate, vereadores e prefeitos, todos juntos se preparando para minimizar as consequências desse tipo de evento. Estamos aqui para prestar contas, mas também para refletir o futuro, pensar o que vamos fazer aqui em Rio do Prado, em Palmópolis e em outros lugares do território que sofre esse impacto”, acrescentou.
A agenda contou ainda com a participação de Sérgio Costa Floro, representante da Cáritas Suíça no Brasil: “Visitar as cidades de Rio do Prado e Palmópolis, em Minas Gerais, e Dário Meira, na Bahia, foi muito importante para testemunhar os impactos das enchentes que, mesmo seis meses depois, ainda afetam muitas famílias. Estamos confiantes que com essa ação coletiva será possível, além de realizar as entregas de ajuda humanitária, contribuir na incidência para que o poder público realize os investimentos necessários para prevenir que essa destruição e perdas não se repitam com as chuvas dos próximos anos”.

Para Sérgio, a importante solidariedade que veio do outro lado do oceano, por meio da União Europeia e da Carita Suíça, só consegue chegar até as pessoas que sofreram com as consequências das chuvas graças aos esforços das equipes locais da Cáritas Brasileira, incluindo as regionais Minas Gerais e Nordeste 3, as Cáritas Diocesanas, a equipe do projeto Resposta Emergencial, e voluntários e voluntárias em cada uma das cidades.

Homenagem à rede Cáritas
Em Dário Meira, na Bahia, a Câmara Municipal concedeu à Cáritas Brasileira moção de aplausos pelos benefícios concedidos à população por meio do programa Resposta Emergencial Bahia e Minas Gerais.
A moção de aplauso é um instrumento de reconhecimento e estímulo a pessoas ou instituições que contribuem para o desenvolvimento econômico, social e cultural da cidade.

A solenidade contou com a presença de Mariana de Oliveira Estevo, coordenadora do programa, de Meire Reis, coordenadora regional, de Marcos Vinicius Alves Santos, assessor local, de Jesisleia Souza de Jesus, voluntária, e de Sérgio Costa Floro, representante da Cáritas Suíça no Brasil. Também estiveram presentes o pároco Pe. Paulo Marcos e Pe. Roberto Oliveira, vigário geral da Diocese de Jequié, representando o bispo diocesano, Dom Paulo Romeu.
“Foi uma oportunidade de refletir o quanto situações de impactos coletivos precisam ser pensadas no campo da mobilização da sociedade civil organizada e da gestão dos riscos, por parte dos poderes públicos”, relatou Meire Reis, assessora regional do programa. “Foi um momento especial de empoderamento cidadão, em que a população foi estimulada a ser mais presente naquele espaço, acompanhando as discussões que tratam das necessidades do município”.

Como descreveu Meire, também representou um momento de gratidão e comprometimento com o povo dariomeirensse, que ao receber em suas casas agentes Cáritas, fizeram mais do que um simples cadastro para análise de perfil de vulnerabilidade. As famílias fizeram a partilha de suas vidas, dores, frustrações, sonhos e esperanças. Por meio da escuta atenta e sensível da equipe de colaboradores e colaboradoras das áreas de Serviço Social, Psicologia, Direito e Pedagogia, foi possível orientar e encaminhar os grupos familiares quanto a demandas como pensão, curatela, paternidade, documentação, dentre outros assuntos.

mais imagens

Facebook Comments

x

Check Also

Conferência Municipal de Educação será realizada em Itamaraju no início do mês de dezembro

Monitorar e avaliar os avanços e desafios para as políticas públicas educacionais do Município Facebook ...

Uma pessoa foi assassinada na rua Vale do amanhecer no bairro Bela Vista em Itamaraju, ...

Pavimentação da BA-284, do distrito de Alho, em Itamaraju

A pavimentação da BA-284, do distrito de Alho, em Itamaraju, até a BR-101, irá reduzir ...

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com