Home / Notícias / Crime Ambiental em Poções: Após denúncia feita por ambientalistas no MPE, loteamento deixa de extrair e fazer uso de cascalho ilegal.

Crime Ambiental em Poções: Após denúncia feita por ambientalistas no MPE, loteamento deixa de extrair e fazer uso de cascalho ilegal.

Um crime ambiental praticado no município de Poções foi machete em todo Estado da Bahia, nesta segunda-feira (19). Vários meios de comunicação como blogs e rádios destacaram uma denúncia feita por ambientalistas junto ao Ministério Público Estadual (MPE), que vai apurar danos ambientais devido à extração ilegal de cascalho no município.

Segundo os ambientalistas, a empresa não possui autorização do órgão ambiental competente para extração de cascalho no local conhecido como cascalheira, que fica situado em uma estrada vicinal nas proximidades do bairro Alto do Paraíso. Na localidade foi registrado máquinas pesadas trabalhando na extração do mineral e carregando caminhões que transportavam o cascalho até um loteamento, no bairro Santa Felicidade.

Já nesta terça-feira (20), nenhuma máquina pesada ou caminhão estava extraindo, ou transportando o material para o loteamento. O trabalho na extração do mineral foi impedido graças a atuação dos ambientalistas que denunciaram o crime ambiental no Ministério Público Estadual (MPE) e no Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (INEMA).

Essa foi mais uma vitória do grupo ambiental Viva Verde, que seguirá denunciando crimes desse tipo na cidade de Poções. O meio ambiente agradece!

Informações do grupo ambiental Viva Verde e do site Portal Porções.

Facebook Comments

Sobre Gildo Ramos Cunha

x

Check Also

Nego de Saronga é vacinado contra a covid-19 em Itacaré no Litoral Sul da Bahia.

Nesta segunda-feira dia 21 de junho de 2021, o líder político na cidade de Itacaré ...

Cães e a espiritualidade. Afinal, existe mesmo a reencarnação de cachorros?

*Por Adriana de Oliveira, cinóloga e etóloga especialista em comportamento canino  Facebook Comments

Justiça quebra sigilo bancário de apóstolo Valdemiro Santiago

Fundador da Igreja Mundial do Poder de Deus responde à dívida no aluguel de um ...