Home / Saúde / Dengue ou Covid? Virginia Fonseca é diagnosticada com Dengue, entenda como os sintomas podem confundir o diagnóstico

Dengue ou Covid? Virginia Fonseca é diagnosticada com Dengue, entenda como os sintomas podem confundir o diagnóstico

Virginia Fonseca, recebeu atendimento médico às pressas em sua mansão em Goiânia, Goiás, no último sábado (30), foi diagnosticada com dengue.

Além disso, ela também realizou testes para COVID-19 e recebeu tratamento com soro e injeção, conforme informado por sua assessoria de imprensa.

A influenciadora digital já havia mencionado alguns sintomas em suas redes sociais antes do diagnóstico. Devido à doença, Virginia Fonseca precisará observar repouso absoluto, seguindo as orientações médicas e realizando exames conforme necessário, como ela mesma explicou em seu Instagram.

Em seus stories, Virginia compartilhou no último domingo (1º) que estava enfrentando dores de cabeça, descrevendo como incômodas. Ela explicou que sentia dor ao espirrar e ao se levantar, mas já estava tomando medicação. Na segunda-feira (2), ela relatou que acordou com tontura, mas sem as dores no corpo e na cabeça.

Como diferenciar dengue de Covid? Quais os principais sintomas?

A médica e diretora clínica Dra. Marcela Rodrigues e o médico e diretor técnico Dr. Marco César Roque, da Salus Imunizações, esclarecem que a dengue e a Covid-19 são causadas por vírus diferentes e têm formas de transmissão distintas. A dengue é transmitida pela picada do mosquito Aedes aegypti, enquanto a Covid-19 é transmitida principalmente por meio de gotículas respiratórias de uma pessoa infectada.

Os sintomas da dengue incluem febre alta, dores no corpo e nas articulações, dor de cabeça, mal-estar, perda de apetite e manchas vermelhas na pele. Já os sintomas da Covid-19 podem variar de leves a graves e incluem tosse, febre, dor de garganta, falta de paladar ou olfato, fadiga, dor de cabeça, entre outros.

A Dra. Marcela Rodrigues destaca que a similaridade dos sintomas pode dificultar o diagnóstico correto, especialmente quando não há um histórico claro de exposição ao mosquito transmissor da dengue ou a pessoas infectadas pelo coronavírus.

No caso de Virginia Fonseca, ela relatou dores de cabeça e desconforto, o que levou à realização dos testes para determinar a causa de seu mal-estar. Após os exames, foi confirmado que ela estava com dengue.

É importante ressaltar que o diagnóstico preciso é fundamental para o tratamento adequado. Se alguém apresentar sintomas semelhantes aos da dengue ou da Covid-19, é recomendado buscar atendimento médico para uma avaliação detalhada. Os profissionais de saúde poderão realizar os exames necessários e fornecer o tratamento apropriado com base no diagnóstico correto.

Prevenção e cuidados

A Dra. Marcela Rodrigues destaca que a vacina contra a dengue é uma ferramenta importante na prevenção da doença e suas complicações. A vacinação é uma estratégia eficaz para reduzir a incidência da dengue e proteger as pessoas contra os diferentes sorotipos do vírus.

“A vacina contra a dengue protege contra o desenvolvimento de formas graves da doença, que podem levar à morte. É importante enfatizar a importância da vacinação para prevenção. Muitas pessoas acreditam que nunca terão problemas de saúde, mas é fundamental conscientizá-las sobre os riscos e a importância das medidas preventivas”. Conclui o Dr. Marco César Roque.

O Ministério da Saúde reforça que é importante buscar atendimento médico ao primeiro sinal de mal-estar.

Please follow and like us:

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

Parceria

Destaques

x

Check Also

Maximizando Resultados: Eficiência na Gestão de Fornecedores na Construção Civil

Desafios na Cadeia de Suprimentos da Construção Civil Please follow and like us:

[Exclusiva] Olay e Coursera lançam especialização em ciência cosmética para apoiar talentos emergentes

São Paulo, abril de 2024 – A Olay está apostando alto na próxima geração de cientistas ...

Cuidados com a dengue durante a gestação devem ser redobrados

Hemorragia e desidratação são os principais riscos para gestantes Please follow and like us:

Copyright ©2010 - 2024 ..::||itamarajunews.com.br::... Todos os direitos reservados. Site construído e administrado por Agência Listen Selem CNPJ.33.550.842/0001-76 CelZap (73)99129-4036.