Espancada pelo marido mulher não resiste e morre no hospital de Itamaraju

Aparecida Teles de Almeida, a popular “Cida”, morreu na manhã desta segunda feira (22), no hospital municipal de Itamaraju, onde estava internada desde a última quarta feira (17), depois de ter sido espancada pelo marido.

Aparecida foi agredida pelo marido Valdeir de Souza, mesmo a justiça tendo determinado uma medida protetiva contra o acusado.  Após ser violentamente agredida Cida foi socorrida por populares para a unidade de saúde de onde morreu na manhã desta segunda feira.

Valdeir foi preso no mesmo dia e negou as agressões, mais segundo relatos de vizinhos, a agressões contra a vítima eram constantes. Valdeir agora deve responder por homicídio, segundo Lei Maria da Penha.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.