Flamengo acerta renovação de Diego e aguarda pai para assinar renovação até dezembro de 2020

Djair Cunha chega ao Rio nos próximos dias para se reunir com direção rubro-negra e ajustar detalhes da renovação: “Dessa semana não passa”. Jogador aceita proposta sem aumento e luvas
Por Cahê Mota, Janir Jr., Marcelo Baltar e Thiago Lima — Rio de Janeiro

Flamengo acerta renovação de Diego e aguarda pai para assinar renovação até dezembro de 2020 Flamengo acerta renovação de Diego e aguarda pai para assinar renovação até dezembro de 2020


Das arquibancadas, a torcida deu o tom no Maracanã na vitória sobre o Bangu e pediu para Diego ficar. E de fato a renovação do camisa 10 com o Flamengo está mais próxima. As partes chegaram a um acordo e ajustam detalhes para assinar o novo vínculo até dezembro de 2020.

Pai e empresário do jogador, Djair Cunha é esperado no Rio de Janeiro nesta semana. De Ribeirão Preto, onde mora, ele tem falado constantemente com a direção do Flamengo. A expectativa é que ele chegue à cidade entre quarta e quinta-feira para sentar com o clube e bater o martelo. A informação sobre a proximidade do acordo foi publicada primeiramente pelo jornalista Mauro Cezar Pereira, da ESPN.

– Sim, está bem (encaminhada). Estamos alinhando alguns pontos para podermos finalizar esse assunto. Nessa semana vamos finalizar isso, se Deus quiser. Dessa semana não passa – disse o pai de Diego, por telefone.

Gol do Flamengo! Renê cruza, Diego arrisca e bate no braço de Felipe Dias. Camisa 10 bate o pênalti e empata, aos 15′ do 1ºT

Diego já deu a palavra aos dirigentes de que aceitou a proposta e renovará por 18 meses. A assinatura depende apenas de questões burocráticas, e o clube acredita que acordo será colocado no papel nesta semana. Na “queda de braço” inicial, o Flamengo manteve-se firme. No novo contrato, não terá aumento e nem luvas. O meia receberá o mesmo montante do vínculo atual com uma diferença: o que era líquido agora será bruto. Ou seja, haverá até uma pequena redução.

O camisa 10 analisou o cenário e tomou a decisão. Com dois anos e meio no clube, Diego não viu motivos para sair justamente em um ano visto com tanto otimismo no Flamengo. O desejo de ficar marcado por títulos pesou, assim como o carinho que recebeu de Abel Braga. Capitão, cobrador de pênaltis e muito elogiado pelo treinador, ele se sentiu valorizado e importante para o grupo. Se a valorização não aconteceu em termos financeiros, o jogador avaliou o contexto geral e perspectivas.

Diego tem o reconhecimento da torcida do Flamengo — Foto: Alexandre Vidal / Flamengo

Diego tem o reconhecimento da torcida do Flamengo —

Diego tem o reconhecimento da torcida do Flamengo — 
Diego tem o reconhecimento da torcida do Flamengo — 

Desde o início das negociações, em dezembro, Diego deixou claro que sua prioridade seria renovar com o Flamengo, com quem tem contrato até 31 de julho. Apesar de proposta em mãos do Orlando City por três anos de contrato, a primeira opção de Diego sempre foi o Rubro-Negro. O que fez o interesse do clube americano esfriar na última semana, após a Flórida cup.

– Em algum momento foge do meu controle. Vou completar 34 anos mês que vem e é uma decisão muito importante na minha vida. Envolve dois clubes (Flamengo e Orlando City) nesse momento, todos já sabem, então não é uma decisão fácil. Eu conto, é claro, com a decisão de cada clube envolvido. Isso também vai direcionar um pouco a situação. Mas independentemente disso eu acho que existe essa identificação, conexão que foi meio que instantânea com o Flamengo. Isso será sempre levado em consideração – disse o camisa 10 após a vitória sobre o Bangu.