Home / News / PSICÓLOGA CAMILA JARDIM fala como deixar de ser dependente emocional

PSICÓLOGA CAMILA JARDIM fala como deixar de ser dependente emocional

Já quero iniciar o nosso diálogo dizendo que se você dependente busca satisfazer as suas pendências emocionais no outro raramente conseguirá fazê-lo. A procura pela segurança e pelo amor se torna eterna porque ninguém é capaz de preencher o vazio presente em seu peito. Ainda assim, você acredita que é impossível viver sem estar acompanhada (o).

Para conseguir se livrar da dependência emocional de uma vez por todas é fundamental investigar as origens desse apego extremo. É uma experiência ruim do passado? Um relacionamento afetivo que não deu certo? Um trauma de infância? Falta de expressões de amor dos pais e familiares?

Isso implica em confrontar lembranças e medos desconfortáveis. O enfrentamento não é feito de um dia para o outro tampouco em um único mês de terapia. É um processo longo de introspecção e construção do amor-próprio, que requer a superação de limitações emocionais.

Quebrar o elo com a dependência significa encontrar a liberdade pela primeira vez. Para quem nunca viveu sem amarras, esse pensamento pode ser intimidador. No que você poderá se segurar para não se sentir inseguro, indesejado e incapaz?

A resposta é simples: em você mesmo. Acabar com a dependência é também transferir a necessidade de atenção e de carinho para si mesmo. Em vez de escolher alguém para ser o seu porto seguro, você será o seu porto seguro!

O acompanhamento psicológico é quase sempre um requisito para elevar a autoestima da pessoa dependente emocionalmente, além de ajudá-la (lo) a desapegar de traumas e lembranças prejudiciais para a sua saúde mental.

Psicóloga Camila Jardim CRP 03/19074
Contatos: 73998341786 Instagram @camilajardim.psi

Sobre Gildo Ramos Cunha