Home / News / PSICÓLOGA CAMILA JARDIM fala sobre a insegurança

PSICÓLOGA CAMILA JARDIM fala sobre a insegurança

Eu já fui muito insegura. E durante um bom tempo eu fui aprendendo o que esse sentimento queria me dizer, o que eu gostaria de ter, o que eu desejava construir, amadurecer e quem de fato eu deveria deixar de achar que era.

E com essas dificuldades superadas, a princípio, devo dizer que os obstáculos da caminhada foram realmente essenciais para ter alcançado os objetivos que hoje tenho. E se você, assim como eu, também tem inseguranças para serem superadas, precisa aproveitar o processo de sua plantação, pois não terá nenhum colheita se você não se engajar em semear aquilo que você quer ser/ ter.

Por muito tempo, eu também mantive os meus pensamentos muito rígidos, inflexíveis, tinha uma opinião moldada sobre tudo e todos. Mas eu não entendia como de fato essas coisas funcionavam, apenas colhia as consequências dos meus pensamentos, atitudes e decisões. E a forma como eu pensava interferia em tudo ao meu redor, as minhas ações, comportamentos e intenções.

E sobre esse papo de insegurança, hoje um dos conselhos que eu posso dar baseado não apenas na psicologia, mas como também na experiência de vida é, separa o que é seu do que é do outro.

Não se conforme com o seu sofrimento, perceba se há algum padrão de insegurança, de autossabotagem e se comprometa a retirar esse padrão.

Lembre de cuidar sempre do seu bem mais precioso: você! Cuide de tudo ao seu redor! Cuide da sua saúde física, espiritual e mental. E do seus pensamentos sempre! Eles serão sempre os nossos guias. Às vezes as nossas inseguranças são apenas a pontinha do iceberg, se possível faça terapia.

Sobre Gildo Ramos Cunha

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com