Home / News / Será que a abstinência sexual é a única forma de evitar a gravidez precoce?

Será que a abstinência sexual é a única forma de evitar a gravidez precoce?

A abstinência sexual tem sido um tema muito comum nesses dias, pois tem causado várias divisões de opiniões no nosso meio, uns à defendem, outros contrariam a sua eficácia.

Mas veja bem, para realmente tratarmos sobre o assunto, temos que abrir o leque de opções que são oferecidas para evitar a gravidez precoce.

Vamos lá:

-Primeiro, pedir aos jovens para que não façam sexo é mesmo que tampar o sol com a peneira. Pois muitas pessoas fazem sexo e muitas delas não engravidam.

-Então quais seriam os recursos disponíveis para a família?

-Não quero focar no básico como os anticoncepcionais e preservativos. Temos mais recursos além disso.

-Vejamos, o que é muito importante no contexto familiar? O diálogo! Sim, o diálogo é uma das formas de evitar a gravidez. Conversar com adolescentes sobre o desenvolvimento humano e todas as suas fases é primordial. Conversas do tipo, sexo antes ou depois do casamento? Pressão social, o que fazer diante disso? Análise dos meios de comunicação sobre a temática, respeito pelo tempo certo, pelo corpo e pela pessoa de quem se gosta.

– Você pode ajudar o seu adolescente a construir um projeto de vida sustentável, que inclua educação, trabalho e etc.

-Lembrar que a prevenção da gravidez não interessa somente as meninas. Mulheres não engravidam sozinhas. Homem também tem a obrigação de assumir a responsabilidade nesse sentido.

-Recomendar que atuem com firmeza diante de situações de risco ou ameaça, dizendo sempre NÃO quando houver pressão para a prática de relações sexuais.

-Agora, ao que convém à abstinência sexual, é ter a consciência de que é necessário ter maturidade para compreender o seu significado e responsabilidade. Porque em um relação sexual, a gravidez não desejada, não é o único risco, há várias doenças sexualmente transmissíveis.

-Aos meninos, o sexo não é uma prova de virilidade. Em relação às meninas, sexo não é uma prova de amor.

– É muito importante ter conhecimento a respeito de tudo isso, e saber agir com sabedoria sobre o momento certo, afim de posteriormente não se arrepender de escolhas feitas no impulso das emoções. Se cuidem!

Psicóloga Camila Jardim
CRP 03/19074

Sobre Gildo Ramos Cunha

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com