Mutirão de Limpeza recolhe mais de uma tonelada de lixo em Itamaraju

A comunidade itamarajuense se uniu em torno do Dia Mundial da Limpeza (sábado\21), que teve como objetivo retirar de locais públicos o lixo descartado de forma irregular. As ações foram realizadas em diversos pontos da cidade e coordenadas pelo Gads (Grupo de Apoio ao Desenvolvimento Social).

 

O evento contou com a participação de moradores da cidade, atiradores do Tiro de guerra 06-025, Lions Club, Grupo 100% Capoeira e estudantes de escolas públicas e teve o apoio do Instituto Sicoob e da Secretaria Municipal de Meio Ambiente.

O mutirão promoveu uma “faxina” no entorno da Lagoa do Jacaré, de onde foram retiradas duas caçambas de lixo. O material coletado chamou à atenção da equipe de limpeza, que fez um apelo à população quanto à conservação e preservação do meio ambiente.

 

“É um dever de todos zelar pelo meio ambiente, porque isso ajuda na sobrevivência dos humanos e de todos os seres vivos”, advertiu Vinícius Borges, diretor do GADS. “Se não houver uma conscientização da sociedade, o nosso futuro vai estar comprometido”, acrescentou Mestre Carrapicho, dirigente do 100% Capoeira.

 

Nos demais pontos alvos da mobilização, o volume de lixo retirado também foi questionado pelos “faxineiros”. Segundo os organizadores, o material retirado durante o mutirão rendeu mais de uma tonelada (1000 quilos) entre lixo doméstico e descarte comercial.

 

Nas imediações da Praça da Independência, onde acontecem os festejos em comemoração aos padroeiros santos Cosme e Damião, foram depositadas lixeiras, a fim de facilitar o descarte do lixo produzido durante o evento, que faz parte das tradições de Itamaraju.

Por Domingos Oliveira\Fotos: Gads