Psicóloga Camila Jardim fala sobre Como manter saudável a convivência familiar durante a pandemia

Você já parou para analisar que o índice de violência doméstica têm aumentado durante esse período? Além disso, vários divórcios de famosos e anônimos também têm aumentado, e há uma constante preocupação com a convivência familiar nesse atual cenário.

De certo modo, a pandemia pode aproximar muitas pessoas dentro de uma mesma casa, devido a mudanças de rotina no quadro social.

Mas como as famílias estão lidando com isso? Há aspectos positivos? Provavelmente sim, é subjetivo para cada um. Há também aspectos negativos? Sim, muitos, inclusive, hoje tenho algumas dicas de como melhorar a tensão em casa.

Vamos lá!

1. A primeira é respeitar as diferenças, eu sei que é muito difícil, mas é o primeiro caminho a seguir para que se consiga a paz dentro do lar. Nesse momento pessoas ansiosas tendem a ficar mais preocupadas com o futuro ou medo do contágio, em oposição, outras já procuram se isolar, precisamos entender que cada um, tem o seu jeito de se expressar.

2. É um momento bom para dar apoio. Quando alguém da sua família estiver passando por um momento de estresse, reforce o seu apoio, mas respeite a maneira que a pessoa decide lidar com a situação.

3. Repense a rotina para melhorar o convívio familiar durante a pandemia. É fundamental que todos desempenhem alguma tarefa dentro do lar, assim ninguém irá ficar sobrecarregado.

4. É um bom momento para a criatividade. Reformar ou fazer limpeza em algum ambiente da casa, redecorar algum cômodo, pode ser uma boa ideia, desde que todos da casa estejam envolvidos e possam compartilhar juntos, opiniões e gostos.

5. Tenha qualidade no tempo. Já que há esse tempo livre, aproveite para curtir com a família, assistindo filmes, séries, brincadeiras ou conversando mesmo.

6. Para evitar conflitos, demonstre para a sua família a sua organização semanal. Em uma casa, algumas pessoas podem estar trabalhando, outras estudando. E quem não estiver produzindo deve respeitar a concentração do outro, evitando interrupção.

7. Reserve um momento só para você. Todo mundo precisa ficar sozinho às vezes. É um hábito extremamente saudável, que nos permite refletir sobre nossos pensamentos e emoções. Assim você pode fazer exercícios, ler um livro ou apenas relaxar escutando música.

Mas se caso a convivência familiar estiver te “sufocando” demais e você perceber que tais sugestões já não podem ajudar, me procure, estarei disponível através do WhatsApp 073998341786, Instagram @camilajarsim.psi, Facebook Camila Jardim e YouTube Psicóloga Camila Jardim.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *