Home / Empregos / O impacto de capacitação de colaboradores no sucesso empresarial

O impacto de capacitação de colaboradores no sucesso empresarial

Executiva do setor supermercadista fala sobre o diferencial de uma boa gestão pensada nos colaboradores

Segundo dados do relatório Global Human Capital Trends 2021, apresentado pela Deloitte, 72% dos 3.670 executivos corporativos sêniores, identificaram a capacidade da sua equipe em se adaptar, requalificar e assumir novas funções a partir de novos conhecimentos adquiridos por incentivo das empresas.

Essa melhora é encontrada principalmente em organizações que se mantiveram estáveis, mesmo no período de crise. Como parte do processo, elas passaram a investir em seus colaboradores e em questões como a qualificação da mão de obra, melhores remunerações e implantação de programas voltados à saúde mental de seus colaboradores.

Um dos exemplos no estado da Bahia é a executiva Daniela Lacerda, CEO da Rede Corujão 24h, que percebeu a importância de investir nos funcionários, revela que essa é a principal motivação da empresa. “Hoje capacitamos e desenvolvemos perfis profissionais pelo engajamento do próprio colaborador, em suas atividades diárias, onde os mesmos se sentem valorizados e com novas perspectivas de crescimento”, destaca.

Empresária, com MBA em Gestão de Empreendedorismo e Pessoas, pela PUCRS e formação em Direito, pela UNIFAN, Dani Lacerda, conta que teve a percepção do aumento no rendimento dos funcionários a partir de uma gestão inovadora implementada.

A CEO ainda destaca que sempre possuiu em seu DNA, de empreendedora, o discernimento de se relacionar positivamente com os colaboradores, pontuando suas principais características fortes e dando indicativos dos pontos de melhoria. “Quando transformei isto em um processo a ser seguido, através dos meus estudos de Gente e Gestão, consegui implementar um crescimento de mais de 35% em ticket médio e 20% a mais, em lucratividade”, comemora.

Visando a melhoria de cargos dos funcionários e o crescimento dentro da empresa, Dani Lacerda afirma que é de extrema relevância contar com alguns métodos que facilitem esse processo. Por este motivo, a empresária idealizou o plano de carreira e conta que o primeiro passo de sua metodologia é identificar os interesses do funcionário direcionado à perspectiva de crescimento.

“Em seguida, passamos para análise comportamental e determinamos objetivos para serem traçados pelo colaborador em um prazo específico. Após isso, traçamos algumas estratégias e obstáculos para serem analisadas pela nossa equipe de RH, que conta com uma psicóloga comportamental e acompanha os resultados obtidos direcionando para o cargo adequado”, frisa.

A CEO salienta que um ambiente de trabalho descontraído faz toda diferença para um melhor desenvolvimento do colaborador e destaca que este foi o motivo para a empresa oferecer uma sala de entretenimento e descanso para o intervalo dos quase 200 colaboradores na megaloja. “Ainda investimos em um profissional de educação física, que faz atividade laboral como técnica de melhores resultados e saúde dos nossos colaboradores”, conta.

Para Daniela o diferencial do CORUJÃO 24H é acreditar em pessoas, e afirma que o currículo nem sempre revela toda a capacidade do profissional que está sendo contratado.

“Já tive pessoas com oportunidade de primeiro emprego, com determinação e investimento de capacitação, se tornarem gerentes dentro da nossa rede. Esse, por sinal, é um dos principais diferenciais competitivos da marca: gerar oportunidade para aquele jovem que busca de verdade uma chance de crescer e se destacar no mercado de trabalho”, complementa.

Como parte do investimento em capacitação dos colaboradores, a empresária destaca a parceria da empresa com o SENAI e o SEBRAE. “Atualmente a nossa empresa, no segmento de Supermercado, é a única no interior da Bahia que investe em capacitação, segundo dados concedidos pelo Sebrae”, ressalta.

A gestora explica que todo esse crescimento se deu porque a empresa investiu em uma excelente equipe de RH, Gente e Gestão e, além disso, na construção de um auditório com mais de 500 m². “Hoje, no setor varejista de alimentos da Bahia temos os únicos líderes certificados pelo Sebrae com o evento “Líderes de Sucesso se Comunicam”, complementa.

Dani Lacerda lembra que na pandemia, por causa da transição de rotinas, o medo do desconhecido e a grande massa desmotivada por um futuro incerto gerou alguns problemas. “Por este motivo, a maior e mais assertiva escolha foi ter feito a contratação full time de profissional da psicologia para tratar o adoecimento na saúde mental dos colaboradores, como depressão e síndrome do pânico”, finaliza.

Para mais informações sobre empreendedorismo feminino, entrevistas, sugestão de pauta com Dani Lacerda, acesse o Instagram @daniilacerda.

Facebook Comments

Sobre Gildo Ramos Cunha

x

Check Also

INSTITUTO FEDERAL BAIANO CAMPUS URUÇUCA, ABRE 131 VAGAS PARA CURSOS DE GRADUAÇÃO GRATUITOS

A Comissão Central de Processo Seletivo do Instituto Federal Baiano lançou edital que visa o ...

Home office? Talvez você precise de isolamento acústico

Reformas e pequenas mudanças podem ser a solução para um ambiente barulhento, explica o arquiteto ...

PANDEMIA E MÃO DE OBRA TEMPORÁRIA

A contratação de mão de obra vem crescendo significativamente durante a pandemia. Facebook Comments