ter. maio 21st, 2019

Quais os benefícios das leguminosas e como usá-las?

2 min read

Apesar do nome lembrar os legumes, as famosas leguminosas são grãos encontrados em vagens.

As leguminosas são alimentos ricos que possuem pouca gordura e muita fibra. Alguns exemplos de leguminosas são a ervilha, feijão, grão-de-bico, lentilha, amendoim… Mas você sabe quais são os benefícios reais de consumir as leguminosas e como usá-las? Confira abaixo!

Quais são os benefícios?

As leguminosas são boas fontes de vitaminas C, do complexo B e K, além de ácido fólico. Também têm compostos carotenoides, zeaxantina e luteína, que atuam na visão e na saúde ocular.

Os principais benefícios são:

  • aumento da resistência a infecções;
  • auxilia o sistema nervoso;
  • ajuda a fortalecer os ossos;
  • ajuda no controle da glicemia;
  • previne anemia.

Como as leguminosas chegam à nossa mesa?

Tradicionalmente cultivadas ao ar livre, estão próprias para o consumo em diferentes períodos durante o verão e o outono. Muitas são criadas em túneis de polietileno, que protegem e estendem a colheita. Boa parte da produção de ervilhas é branqueada e depois congelada.

Como usá-las?

Na estação, coma os produtos frescos e ainda adocicados, cozidos brevemente. Se não preparar logo, guarde na geladeira. Muitas leguminosas, como ervilhas e favas, congelam bem.

Em saladas

Quando novas e pequenas, essas leguminosas podem ser acrescentadas cruas (ou levemente cozidas no vapor), bem picadas ou em fatias finas a diversas saladas.

Em pratos vegetarianos

Use favas e feijões-verdes amassados em receitas de hambúrguer sem carne. Ou prepare um ensopado com ervilhas refogadas, feijão-da-espanha, tomate, alho e cebola finamente cortados, além de azeite de oliva.

Em patês

Favas e ervilhas pouco cozidas podem ser amassadas e misturadas a ervas (hortelã, manjericão, salsinha, cebolinha) e queijo cremoso para fazer um patê.

ItamarajuNews | selecoes.com.br