Home / Evangélica / Talita quer que funcionamento de templos religiosos seja reconhecido como atividade essencial durante pandemia

Talita quer que funcionamento de templos religiosos seja reconhecido como atividade essencial durante pandemia

A deputada estadual Talita Oliveira (PSL) apresentou, nesta quinta-feira (25), um Projeto de Indicação para que o funcionamento dos templos religiosos seja reconhecido como atividade essencial e não seja interrompido durante a pandemia da Covid-19.

This is an image of man holding a bible. This image can be used to represent “sermon”, “preaching” etc…

Para Talita, a “liberdade de crença é assegurada pela Constituição Federal, assim como o seu livre exercício e o local de prática das liturgias, em vias de promover a efetivação do princípio da dignidade da pessoa humana”.

“Além disso, a fé exerce importante papel como fator de equilíbrio emocional e psicológico, o que adquire contornos ainda mais relevantes diante da situação de angústia propiciada pela crise humanitária instalada mundialmente”, acrescentou a parlamentar.

Importante destacar que a deputada defende o funcionamento dos templos com o cumprimento dos protocolos sanitários necessários para evitar a disseminação da doença, como o uso do álcool em gel e distanciamento.

Ontem, o governador Rui Costa (PT) anunciou o fechamento de atividades não essenciais das 17h de hoje até às 5h da próxima segunda (29), podendo, segundo ele, ser prorrogado.

Ascom / Deputada Talita Oliveira
(71) 99209-2593 – Mateus Soares

Facebook Comments

Sobre Gildo Ramos Cunha

x

Check Also

Como lidar com a ansiedade causada pela pandemia: Sete ajudas práticas do site JW.ORG

A pandemia de covid-19 abalou o mundo de uma forma nunca antes vista e afetou ...

As Testemunhas de Jeová iniciam uma campanha mundial

Durante o mês de novembro de 2020, as Testemunhas de Jeová no mundo todo vão ...

Conferência Bíblica Mundial online 2020 com o Pastor Ock Soo Park

A Grande Conferência Bíblica Mundial online abordará o tema “O tempo para a desesperança acabou, ...