Home / Empregos / Universitário baiano investe em hamburgueria no Nordeste de Amaralina

Universitário baiano investe em hamburgueria no Nordeste de Amaralina

Em meio à pandemia, jovem de 29 anos abre hamburgueria junto à família.

Apostando em hambúrgueres artesanais com preços acessíveis, Jonas Lins, estudante do curso de Pedagogia da Universidade Federal da Bahia (UFBA), abriu no Nordeste de Amaralina a hamburgueria Classe A Burguer, com combos (hamburger + batata) a partir de R$ 26.

Autônomo, o estudante de 29 anos, que divide seu tempo entre o novo empreendimento e o serviço de entregas delivery, enxergou no empreendedorismo a possibilidade de gerar renda para a família.

Para Jonas, o principal motivo para escolha de uma hamburgueria, além da situação financeira, foi o costume da família sempre se reunir para fazer hambúrguer artesanal. “Minha mãe é muito boa na cozinha e eu gosto de fazer entregas de moto. Foi assim, que a gente matutou por um bom tempo o que trabalhar dentro do ramo da gastronomia”, ressalta.

Atualmente a hamburgueria, instalada na residência do jovem, no Nordeste de Amaralina, funciona majoritariamente no estilo delivery e, como negócio familiar, trabalham no estabelecimento, Sandra Maria (mãe), produzindo os hambúrgueres e Jonas no gerenciamento.

“Ainda trabalham o meu pai, que nos dá uma força para as funções mais operacionais como limpeza e organização, além de ter sido o eletricista e “faz tudo”, e o outro motoboy, que nos auxilia nas entregas em momentos de pico dos pedidos”, acrescenta.

Jonas Lins destaca que no processo inicial para abertura, a principal dificuldade foi não poder contar com uma capacitação que o fizesse se sentir preparado para a inauguração do empreendimento. “Outro aspecto que gerou obstáculos, por conta da crise financeira, foi nós não encontrarmos nenhuma linha de crédito para iniciarmos o nosso negócio”, revela.

O gestor conta que apesar dos momentos de abertura e fechamento do comércio, já visualizam um crescimento para o empreendimento e, por este motivo, pensam em um futuro próximo, na contratação de força de trabalho para ajudar a dar conta do recado. “Já estamos cogitando isso para esse verão onde há alta demanda de consumo em geral”, frisa.

No quesito criatividade, Jonas acrescenta que os responsáveis pela criação dos hambúrgueres foram ele e a mãe. “Aos poucos nós fomos descobrindo e anotando os pratos novos e hoje contamos com uma linha de sete hambúrgueres artesanais incluindo blends tradicionais (de carne), blend de frango e blend vegetariano, além dos molhos especiais”, complementa.

Como parte do objetivo do negócio, Jonas destaca que para a criação da marca focou no serviço que tinha interesse em prestar, com materiais de qualidade, atendimento personalizado, a partir destes aspectos surgiu o nome. “Nós entregamos excelentes hambúrgueres, feitos com materiais “Classe A”, um atendimento “Classe A”, e a entrega “Classe A”. Isso faz com que o cliente tenha uma experiência final, digna de ser considerada “Classe A””, finaliza.

Para mais informações sobre a hamburgueria Classe A Burguer, pautas, entrevistas, acesse o Instagram @classeaburguer.

Facebook Comments

Sobre Gildo Ramos Cunha

x

Check Also

Mesmo em pandemia, registro de marcas cresce 28% no Brasil

Advogada de Empresarial e Propriedade Intelectual, Gabriela Fragoso explica como se preparar para não viver ...

INSTITUTO FEDERAL BAIANO CAMPUS URUÇUCA, ABRE 131 VAGAS PARA CURSOS DE GRADUAÇÃO GRATUITOS

A Comissão Central de Processo Seletivo do Instituto Federal Baiano lançou edital que visa o ...

Home office? Talvez você precise de isolamento acústico

Reformas e pequenas mudanças podem ser a solução para um ambiente barulhento, explica o arquiteto ...

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com