Home / Entretenimento / Fine art e documental: o uso da fotografia na decoração

Fine art e documental: o uso da fotografia na decoração

Fotógrafa baiana Camila Carrera é uma das grandes promessas artísticas da nova geração.

Para eternizar momentos ou para compor ambientes, o uso de fotografias na decoração tem a capacidade de representar sentimentos, provocar sensações e resgatar memórias. Embora sua forte presença em porta-retratos, o uso da fotografia em quadros decorativos é uma tendência que ganha força em ambientes empresariais, corporativos e residenciais.

Consideradas peças-chave em ambientes modernos e contemporâneos, as fotografias decorativas podem ser reproduzidas de imagens da internet, amadoras ou assinadas por fotógrafos profissionais, conferindo assim exclusividade, sofisticação e ainda mais valor à obra.

Jornalista e fotógrafa profissional, Camila Carrera (@camilacarreraphotoart) tem se destacado como uma das revelações baianas nas áreas das fotos documentais e fine art. “A escolha pela fotografia se deu quando eu percebi que muito podia ser dito em silêncio e que além de mim, muitas pessoas precisavam e gostavam de se comunicar, relacionar e compor suas casas e ambientes de trabalho com fotos, já que esse recurso evoca uma série de memórias, reflexões e sentimentos que nos fazem não esquecer de que somos humanos diante da correria cotidiana e do novo momento social que estamos vivendo. Para realizar a escolha das fotos eu me atento ao local e as dimensões do espaço que os meus clientes desejam inserir a fotografia. É muito importante levar em consideração o ambiente que a obra de arte vai ser posta para não haver um desequilíbrio. Outra questão que observo, é a decoração e as tonalidades de cores presentes na região. E por último, não menos importante, sugiro que meus clientes escolham uma foto que faça sentido, já que ela vai fazer parte de suas casas e/ou locais de trabalho – principalmente durante este momento de isolamento social’’, destaca Camila.

Trabalhando com obras autorais numeradas e tiragem pré-definida, as obras assinadas pela fotógrafa abordam o olhar sensível sobre a vida, a arte, as pessoas e a natureza, considerando-se uma fotógrafa plural, encantada com as expressões da face humana, o cotidiano e o ambiente.

“Por meio de cenas, eu discuto sobre assuntos ou exprimo os meus devaneios, afinal, a fotografia é uma poderosa ferramenta de autoconhecimento e transformação social. Acredito que o gênero documental me representa, porque através de sua natureza consigo congelar o mundo, respeitando os acontecimentos, e ao mesmo tempo, dando vez a minha criatividade. Já a Fine Art envolve o meu olhar diante da natureza. É um meio de transmutação que me permite mergulhar fundo na minha essência, de me descobrir e redescobrir”, revela Camila.

Com obras disponíveis através do seu site (www.camilacarreraphotoart.com.br) e Instagram (@camilacarreraphotoart), a fotógrafa disponibiliza algumas imagens para venda e obras inspiracionais.

Para contatos, informações e orçamentos, acesse o site, o Instagram, ou o telefone 71 99120-8029.

mais fotos

Facebook Comments

Sobre Gildo Ramos Cunha

x

Check Also

Viaje para Portugal! Experimente a cozinha lusitana em casa

Bar-restaurante proporciona experiência gastronômica em serviço delivery. Facebook Comments

Inajá Iê’ canta o sertão em novo single de Charles Theone

Com xote envolvente, artista homenageia a cultura nordestina e suas origens. Facebook Comments

Casa MAR e Afroimpacto promovem curso gratuito de Capacitação Profissional para Trancistas

Com foco em profissionalizar mulheres negras na arte de trançar cabelos, curso ainda apresenta ferramentas ...